Música, literatura, poesia, idéias, arte, batera, percussão e porrada, se precisar!

"Como sabe que sou louca?", indagou Alice.
"Deve ser", disse o gato,
"ou não teria vindo aqui".
(Alice no País das Maravilhas)


quarta-feira, 31 de janeiro de 2007

Murilo Rubião


Fui apresentado à obra de Murilo Rubião e a muitas outras nos idos dos anos 80, pelo meu grande confrade Orlando Toseto. Fiquei completamente louco com o universo que se abria à minha frente. Li e reli todos os livros como se precisasse me alimentar daquele universo e o Orlando precisou brigar comigo para que eu lhe devolvesse os livros. Não preciso dizer que a influência e a afinidade foi instantânea e avassaladora.

Murilo é autor de diversos contos que trazem como marca principal situações inexplicáveis, surreais, características do chamado realismo fantástico. Nos contos de Murilo Rubião, tais situações servem de metáfora aos absurdos e aos dramas da existência humana.

Murilo Rubião iniciou seus estudos em Conceição do Rio Verde, Minas Gerais, concluindo-os na Faculdade de Direito em Belo Horizonte, onde se formou em 1942. Foi professor, redator da Folha de Minas, diretor de jornal e também da Rádio Inconfidência de Belo Horizonte. Chegou a ocupar a chefia de gabinete de Juscelino Kubitschek, quando este foi governador de Minas Gerais. Atuou entre 1956 e 1961 na Embaixada do Brasil na Espanha.

Sua personalidade era caracterizada não apenas pela timidez e cerimônia, mas também por não ser adepto de qualquer crença religiosa. Escritor meticuloso, costumava reelaborar seus contos mesmo depois de publicados, chegando a alterar o final de algumas histórias e até mesmo seu título, conforme comentários do editor da coletânea Contos reunidos.

Seu primeiro livro de contos, O ex-mágico, foi publicado em 1947. Murilo Rubião publicou em vida apenas 32 contos. Após a sua morte, um conto que permanecia inédito (A diáspora) foi publicado num livro que reuniu toda a sua obra, Contos reunidos. Os principais contos de Murilo Rubião foram traduzidos para o inglês, o alemão e o espanhol. Alguns foram adaptados para o teatro e também para o cinema.

Apesar de sua obra ser muito pouco extensa, Murilo Rubião é considerado o maior autor de realismo fantástico no Brasil.Convido a todos a conhecerem esse gênio, e sua imaginação, num mundo onde tudo é possível e estranho.

Abaixo a obra do homem:


O Ex-Magico(contos) Rio de JaneiroUniversal 1947



Estrela Vermelha(contos)Rio de JaneiroHipocampo1953


Os Dragões e outros contos(contos) Belo HorizonteMovimento-Perspectiva1965


O Pirotécnico Zacarias (contos) São Paulo Ática 1974


O Convidado (contos) São Paulo Quiron 1974


Murilo Rubião: Contos Reunidos (contos) São Paulo Ática, 2ª ed.1999


A Casa do Girassol Vermelho (contos) São Paulo Editora Companhia das Letras 2006


O Pirotécnico Zacarias (contos) São Paulo Editora Companhia das Letras 2006

3 comentários:

Tamara disse...

Ah! Eu também quero!

hahaha!

Tamara disse...

Ah! Eu também quero ler!

Hahaha!

Yan Kaô disse...

Tamara, se não fosse sujeira, eu postava os livros aqui, de graça!!