Música, literatura, poesia, idéias, arte, batera, percussão e porrada, se precisar!

"Como sabe que sou louca?", indagou Alice.
"Deve ser", disse o gato,
"ou não teria vindo aqui".
(Alice no País das Maravilhas)


segunda-feira, 9 de julho de 2007

Os Grandes do Tambor V - Airto Moreira


Conhecemos Airto há alguns anos, quando de sua vinda ao Brasil para a apresentação de alguns workshops no teatro São Pedro. Nosso primeiro contato foi estranhíssimo, principalmente para mim, pois estava gravando no Estúdio Anonimato quando o homem pintou por lá e me viu gravando. É claro que quando olhei pelo aquário do estúdio e o vi, me senti o próprio peixe, bagrão de tudo, um atum em extinção e travei - não consegui gravar mais nada!! Ele entrou e me convidou prá tocar com ele no workshop. Não podia acreditar, não conseguia falar e é claro, falei muito pouco mesmo. Queria aprender, queria ver a lenda fazer aqueles ritmos inacreditáveis que o transformaram num dos meus heróis da música. Tocamos muito e com ele amadureci muita coisa em minha forma de tocar, passei a valorizar a música brasileira ainda mais, e a dar crédito a toda manifestação cultural do mundo que não fosse exatamente pop, e que encerrava um mundo de lições e que era praticamente esquecida, apesar de ser a fonte de toda e qualquer objetivo rítmico, melódico e harmônico. E mais do que tudo: ele que é o maior de todos os bateras e percussionistas brasileiros – só prá galera entender, antes de Airto, não existia a categoria “percussionista” na música. Ele foi criada por causa dele. – é um dos camaradas mais humildes que já vi na vida. Um exemplo, uma meta, uma escola viva!!


Eu, ajudando o homem a montar o "Fóssil", esse tatuzão de metal, que ele usa prá fazer uma quebradeira dos infernos. É um super agogô!!

Airto Guimarães Moreira nasceu em 5 de agosto de 1941 em Itaiópolis, São Paulo. Estudou música desde criança em Ponta Grossa, Paraná, onde aprendeu canto, piano, violino e bandolim, além de teoria musical, mas quando passou a ser percussionista, colecionou e estudou por volta de 120 diferentes instrumentos de percussão.
Aos 13 anos já tocava e cantava profissionalmente. Trabalhou em casas noturnas como crooner (ele canta muito bem!), mas depois que foi para São Paulo passou a atuar principalmente como baterista. Tocou no Sambalanço Trio, ao lado de César Camargo Mariano (piano) e Humberto Claiber (baixo), no Sambossa Trio e no Quarteto Novo, do qual fazia parte Hermeto Pascoal.
No fim dos anos 60 mudou-se para os Estados Unidos, onde trabalhou com diversos músicos e chegou a fazer parte da banda de Miles Davis entre 1970 e 72, junto com Chick Corea, Wayne Shorter e outros. Criou um estilo na utilização de variados instrumentos de percussão e foi aclamado pela crítica especializada, ganhando várias vezes o título "Melhor Percussionista do Ano". Mais tarde formou bandas e atuou como solista sendo requisitado por artistas como Paul Simon, Quincy Jones e Herbie Hancock. Apresenta-se freqüentemente com a cantora Flora Purim, sua mulher desde os anos 60 e desenvolve trabalhos ligados à world music, misturando música folclórica brasileira, marroquina e africana. Atua também como produtor e educador em diversos países. Airto faz parte do grupo de músicos brasileiros mais conhecidos no exterior do que no Brasil.

Abaixo, algumas maravilhas do homem!!! Brigados e abraços ao Super Loronix e à Querida Bruxinha do Vinil!1!

1963 – Guimarães e seu conjunto (uma das primeiras gravações de Airto)


Pega logo!! E enjoe de ouvir!!

1971 - The essential

Parte 1:

1973 - Fingers

Pega logo!! E enjoe de ouvir!!


1975 - Identity

1976 – Promises of the Sun

1978 – I’m fine, how are you?


Com Flora Purim:

1973 – Butterfly Dreams

1974 – 500 Miles High at Mountreax - Atenção!!! Este disco é simplesmente SOBRENATURAL!!

1975 – Stories to tell

Pega logo!! E enjoe de ouvir!!

1976 – Open your eyes you can fly


1978 – Everyday everynight

Pega logo!! E enjoe de ouvir!!

Com Hermeto Pascoal e Miles Davis:

1973 - Pop

Pega logo!! E enjoe de ouvir!!

12 comentários:

ProgShine disse...

Aqui ó Yan, o endereço do seu blog já traduzido

http://translate.google.com/translate?&hl=en&u=http%3a%2f%2fyankao%2eblogspot%2ecom%2f

Acorde Final disse...

Meu irmão Yan Kaô,você exagerou. Não, não exagerou não,escancarou geral com essas perolas do Airto e da Flora.

Valeu meu irmão!!

Alvaro D. P. disse...

Yan, adorei seu blog. Achei seus textos sobre os grandes mestres da bateria perfeitos.Eu montei um blog recentemente e gostaria que o amigo me ajude divulgando ele em seu blog.
Um abraço!
http://lightnes.blogspot.com/

Yan disse...

Adeodato, me bróder!! Nada comparado com o que eu já encontrei na sua casa!! Um abraço!!

Yan disse...

Álvaro, tá linkado lá!! Gostei bastante de sua casinha e já tô baixando o que preciso!! AHAHA!!

neide disse...

Oi Yan, tudo bem?

Puxa, já estava pra vir aqui no seu blo há um tempão (vi que você tinha feito a divulgação no Lágrima), e de repente hoje lembrei-me. Nossa, estou besta com estes maravilhosos discos do Airto, quase tive um troço...rss
Que bom, uma ótima descoberta para salvar o dia...

Boa sorte em tudo!

Abraços,

Neide

Yan disse...

Brigadão Neide!! Só você prá alegrar o meu blogue, já que teve uma galeraí que quis derramar o fumo do pito no galinheiro. Mas vamos colocar mais coisa, muito mais coisa por aqui, que Exu é Odara, mas também é Olobé!!

Neide disse...

Tem algum disco que eu posso tentar te ajudar a achar? Se tiver me fale, quem sabe a gente não se ajuda...

Abraços!

Yan disse...

Olha, até tem, prá esse meu projeto de bateras e percussas brazucas.. mas deixaeu ver aqui nos meus acervos..

Neide disse...

Sabe aquele artista do post onde você deixou o comentário? É o Gerald, ele é cheio de idéias interessantes para as capas dos cds, se você puder ajudar-nos a divulgar seu trabalho eu ficaria muito agradecida.

Abraços, na próxima eu trago as bolachas...rss

Sergej disse...

Super Blog. Hvala za krasno Brazilsko glasbo.
Bobnarski pozdrav iz Slovenije.

Yan Kaô disse...

Muito obrigado, Sergej!! E muitos coelhos estrábicos prá você também, daqueles bem fofos!